sexta-feira, 6 de julho de 2012

CUIDADO: Algun$ “Médiun$ E$pírita$” E$pertalhõe$

Oda Mae Brown: Exemplo de Médium Espertalhona


Fraude significa burla, engano, logro, falsificação, adulteração, ação praticada de má-fé.

O fraudulento é aquele que faz planos enganando a outrem, fazendo parecer verdadeiro algo que é falso; é um impostor. Como a medium do filme Ghost, interpretada por Whoopi Goldberg era impostora e fraudulenta.

Nos trabalhos fraudulentos onde existem fenômenos que se dizem espíritas, médiuns despreparados burlam a boa-fé de alguns crentes, usando de falsidade.

Muitos médiuns, querendo chamar a atenção dos assistidos, provocam efeitos físicos ou intelectuais com o objetivo de explorar materialmente, obtendo vantagens pessoais.

Kardec em "O Livro dos Médiuns"- cap. XXVIII, item 314, comenta "Os que não admitem a realidade das manifestações físicas atribuem à fraude os efeitos produzidos".

"Existem prestidigitadores de prodigiosa habilidade." Atualmente em todos os tipos de mediunidade, encontramos aqueles que por falta de conhecimento, orgulho, vaidade ou ambição, se envolvem em fraudes. 

As fraudes podem ser classificadas em dois grupos:
1° FRAUDES CONSCIENTES: A responsabilidade é do médium, pois tem o conhecimento da fraude.
2° FRAUDES INCONSCIENTES: São enganos provocados e dirigidos por Espíritos obsessores, ou fascinadores, ou mesmo por encarnados que usufruem da vaidade ou ambição do médium que se deixa envolver por forças negativas, segundo sua sintonia, pois tudo é programado, planejado.

Os fraudulentos são médiuns espertalhões, que exploram a ignorância e a boa-fé dos consulentes, utilizando processos mágicos de prestidigitação e de ilüsionismo, lucrando materialmente com as formas de enganar.


Comumente as fraudes estão relacionadas aos fenômenos de efeitos físicos, tais como: transporte, materialização, transfiguração, mas também a efeitos intelectuais como psicofonia, psicografia, vidência, etc.

O conhecimento do Espiritismo é a melhor defesa contra a fraude. Participando das Escolas de Educação Mediúnica, o aluno é conscientizado acerca do processo dos fenômenos mediúnicos.

Em O Livro dos Médiuns, 2.a Parte, cap. XXVIII, item 316, lemos: "Em tudo, as pessoas mais facilmente enganáveis são as que não pertencem ao ofício. O mesmo se dá com o Espiritismo. As que não o conhecem se deixam facilmente iludir pelas aparências, ao passo que um prévio e atento estudo, não só das causas dos fenômenos, mas também das condições normais em que eles podem ser produzidos, as inicia no assunto e lhes fornece, assim, os meios de reconhecer a fraude, se ela existir".

Mas, por que as pessoas se deixam enganar por médiuns espertalhões e fraudulentos? Por trás da boa-fé dos consulentes há, primeiro o desconhecimento do processo mediúnico, que está relatado em O Livro dos Médiuns, mas que nem todos os auto-proclamados espíritas o lêem e também por não serem todos os que procuram, espíritas, mas curiosos. Segundo, por que o consulente vai como mosca rumo ao açucareiro, sem saber que o açúcar é falso, mas mesmo assim vai, movido por um interesse nem sempre nobre de uma aquisição fácil de alguma resposta ou de alguma vantagem no campo pessoal que supõe o médium possa lhe dar, além, é claro, do desconhecimento, mais uma vez.

Exemplos de ditos médiuns espíritas espertalhões não faltam nas grandes cidades, assim como não faltam aqueles que vão a procura deles, sempre movidos, como já dissemos, por alguma vantagem pessoal. Quem de nós, já não recebeu um papelzinho de um garoto ou garota propaganda nas ruas, onde estava escrito: “ESPÍRITA VIDENTE mãe fulana: Trago a pessoa amada de volta em 3 dias”.

E de cada 10 que pegam o papelzinho tem sempre 1 que vai na tal “espírita vidente” e ao chegar lá se depara com alguém vestido como uma cigana – nada a ver com espiritismo – e mesmo assim  não questiona, e a tal mãe fulana – geralmente o “fulana” é nome tirado de alguma entidade de candomblé, para impressionar – começa a falar as obviedades e também baboseiras disfarçadas de revelações espirituais para o consulente. E ele vai acreditando. É então que, quando está bem envolvido pela vidente, ela desfere o golpe: a consulta que estava anunciada como sendo de R$ 50 reais, por exemplo, com o “trabalho” que ela poderá fazer para o cliente, se ele se mostrar interessado e geralmente fica, sobe para mais de 10 vezes mais, no mínimo, pois “trazer a pessoa de volta em 3 dias” deve ser caro, pela taxa de urgência (sic).

Como se vê, esse exemplo, que ocorre de fato nas capitais, nada tem a ver com espiritismo, apesar da auto-intitulada médium não ser nem espírita e nem vidente, aliás não ter sequer a mediunidade chamada ostensiva, até por que se  tivesse, não precisaria perguntar ao consulente pelo nome dele, afinal que é saber um nome perto de ver o futuro e trazer de volta a pessoa amada de volta? São detalhes simples assim que as pessoas não enxergam ou não querem enxergar e caem.
Outro espertalhão foi um dos médiuns que recebiam o Dr. Fritz, que se chamava Rubens Farias Jr. Por consulta, dada no Curtume Carioca, no bairro da Penha, Rio de Janeiro - operações espirituais que dizia fazer, usando canivetes enferrujados - que podia demorar apenas trinta segundos, cada pessoa pagava R$ 20,00 (vinte Reais), além do aluguel de cadeiras para sentar-se na fila de espera (que se iniciava de madrugada e podia se estender até após a meia-noite) e de taxa de estacionamento dos carros. Rubens afirmara ainda que Rita – sua esposa na época - e seu irmão cobravam pelas cirurgias realizadas e faziam esquemas com as senhas distribuídas aos pacientes.
Em meio à disputa conjugal – o motivo seria o comportamento adultero de Rubens -  surgiram novas acusações, como a história da morte de pessoas atendidas por ele (como a da menina paulista Vanessa de Biafi, portadora de leucemia, a cujos pais Rubens teria dito para que a menina parasse de fazer o tratamento médico adequado no Hospital das Clínicas e que apenas participasse das cirurgias que ele fazia sendo que, após um ano de tratamento espiritual, a menina veio a falecer em agosto de 1998.
Em 2009, Rubens - foi condenado no Rio de Janeiro a pagar R$ 25 mil por danos morais ao serralheiro Guilherme Moreira, depois de uma cirurgia espiritual malsucedida ocorrida em novembro de 1996.
Pessoas de vários credos acorriam a procura das tais operações ou cirurgias espirituais, na esperança de cura.  As vezes, era um problema só psicológico do consulente e as incisões com o tal canivete eram apenas simuladas e pessoa acreditava que estava ocorrendo uma operação no “astra!” – nome esotérico que eles davam – pois não havia sangue, obviamente e tampouco dor com as tais “incisões”. Mas, as vezes, a coisa não dava certo para os mediun$ e os pacientes não se curavam – já que não era um problema psicológico, ou seja, estavam mesmo com problemas de saúde e necessitavam de MEDIcos e não de MÉDiuns, e até morriam, como a menina Vanessa de Biafi e mais tarde Joãosinho Trinta,Telê Santana e Cristopher Reeve, que não ficaram curados por ele, óbvio e morreram por seqüelas da doença que tinham.
Será que não percebem que não existe doença espiritual  pois espírito não fica doente? As doenças são todas orgânicas, físicas e tem uma causa física, no corpo, se é desconhecida pela ciência, é por que é rara e a medicina ainda não a conhecia, mas não há isso de operação ou cirurgia espiritual, senão Chico Xavier que acreditava em tudo não teria se recusado – é só ver o filme Chico Xavier que ta lá - a oferta de Zé Arigó – outro que dizia receber o Dr. Fritz - e preferiu ser internado e operado por médicos numa clínica na cidade de São Paulo. Chico era crédulo, mas não era bobo.
Outro médium, da lista de médiun$, é Roger Bottini, que se intitula “espírita universalista”, sendo que o próprio espiritismo é uma doutrina universalista, de caráter universal. Bottini está mais, como diz o Artur Felipe, para um místico antiespirítico e é fácil entender por que. Acompanhemos o pensamento de Artur Felipe Azevedo (que quem desejar é só procurar artigos dele no blog  http://espiritismoxramatisismo.blogspot.com.br/2011/03/misticismo-anticristico.html )
“Alguns partidários dessas teorias - confundindo a nova situação de liberdade do pensamento, partiram para a revivescência de mitos e crendices, em sua maioria advindos das priscas eras do paganismo, na tentativa de conduzir à ausência de dogmatismos ou estruturas religiosas padronizadas, -  a qual podemos chamar de "neopagãos", nos tempos modernos, acreditam ter encontrado, surpreendentemente, no Espiritismo, a confirmação de suas crenças. Utilizando-se de alguns postulados espíritas, como a comunicabilidade dos espíritos e a reencarnação, passam tais indivíduos a transmitirem informações e a escreverem obras que acabam por cair no gosto de alguns "espíritas", obviamente ainda pouco versados na Doutrina, ou seja, que pouco ou nada estudaram (e entenderam) da Codificação.

O espírito Ramatis pode ser apontado como espírito mais citado pelos propagadores do neopaganismo no meio espírita. Defensor daquilo que chama de "universalismo crístico", o espírito Ramatis tem se utilizado de médiuns ideologicamente adeptos de concepções neopagãs que, bem intencionados ou não, se servem do Espiritismo e do movimento espírita para divulgarem suas ideias. Entre eles, podemos citar o médium Roger Bottini, que escreve obras romanceadas que versam sobre temáticas no mínimo exóticas, tais como: era de Peixes, civilização atlante, fim dos tempos, etc. Ao mesmo tempo, o médium diz receber revelações sobre personagens famosas da antiguidade, como faraós egípcios, legisladores hebreus do porte de Moisés, assim como outros em que não encontramos registros, já que teriam vivido na Atlântida, Lemúria ou alguma civilização lendária qualquer. Tudo isso entremeado por relatos de existência de dragões, magos negros, energias desconhecidas, seres interplanetários, e tudo que possa atiçar a imaginação do leitor. Como de costume, a fim de angariar confiança, o citado autor chega a declarar que foi filho de Allan Kardec em uma encarnação passada, como se tal informação, pura e simples, sem qualquer indício e confirmação, pudesse lhe conferir alguma autoridade extra. Confira o que afirma o citado "médium" em seu sítio na internet:

"Além de ter vivido na personalidade de Akhenaton, Allan Kardec foi, também, Atônis, o sacerdote do sol na Atlântida, e Andrey era seu filho. Logo, por mais incrível que isso possa parecer, Allan Kardec foi meu pai na extinta Atlântida e um inesquecível amigo no antigo Egito, durante seu reinado como o faraó filho do Sol."

E para dar peso à sua ousada afirmação, trata de creditar tais informações ao auxílio de um espírito, já que, para muitos desavisados, basta ser espírito para possuir toda a sabedoria e conhecimento universais:

"Logo, sei o que estou dizendo. Essas informações são obtidas através de um processo de regressão de memória conduzido por Hermes, que é o mentor espiritual de todos os nossos livros."

Em outro trecho do mesmo sítio, o sr. Bottini ainda "revela":

" (...)Como eu era o próprio Natanael, e vivi próximo a Moisés desde os tempos da Atlântida, quando ele viveu como Atlas, posso ter "defendido" de forma exagerada as suas atitudes nos eventos da libertação do povo judeu da escravidão no Egito."

O mais estarrecedor e surpreendente de tudo isso é que tais teorias são apresentadas como oriundas da evolução do pensamento espírita, embora colidam frontalmente com os métodos e objetivos da Doutrina e não tenham recebebido, nem de perto, a confirmação proveniente do controle universal
.
Frente a tudo isso, a advertência de Erasto, constante em "O Livro dos Médiuns", cresce em importância, já que, em matéria de Espiritismo, o benfeitor espiritual afirma que "é preferível rejeitar dez verdades a aceitar uma única mentira". Tal assertiva denota prudência e critério para a avaliação de qualquer conteúdo, mais notadamente os de origem mediúnica.

Como já tratamos em outras oportunidades, a fascinação de origem mediúnica é um problema recorrente, e decorre das próprias dificuldades do médium, tornando-o presa fácil de pseudossábios e mistificadores da erraticidade. Listemos algumas delas:

1) vaidade (desejo imoderado de atrair admiração dos homens);
2) orgulho (conceito elevado ou exagerado de si próprio);
3) narcisismo (amor excessivo a si mesmo);
4) egoísmo (exclusivismo que faz o indivíduo referir tudo a si próprio);
5) presunção (ato ou efeito de presumir; de vangloriar-se; de formar de si grande opinião);
6) arrogância (tomar como seu; atribuir a si);
7) ambição (desejo veemente de fortuna, de glória, de honrarias, de poder; cobiça.)

No que tange especificamente ao item 7, pudemos recentemente verificar que há médiuns (ou pseudomédiuns) inclusive organizando excursões pagas ao Egito e outros locais tidos como "especiais" e "místicos" com o fito de alcançarem vantagens pecuniárias, o que é certamente algo lamentável, sob todos os pontos-de-vista. O Espiritismo nada tem a ver com eles, que se valem da condição de médiuns para adquirirem fama, dinheiro e poder.

Provando o que declaramos                        
Retirado do site do citado médium                                 


Egito Fantástico com Roger Bottini

Prepare seu passaporte e acompanhe Roger Bottini Paranhos por uma fascinante viagem pelo Egito. Aproveite essa experiência única em visitações históricas e vivências espirituais com roteiro específico baseado no livro Akhenaton. De 01 a 11 de julho de 2011.

A companhia de viagens Linktours, devido a significativa procura por viagens ao Egito de leitores dos livros “Akhenaton – A revolução espiritual do Antigo Egito” e “Moisés – O libertador de Israel” propôs ao autor uma viagem temática, com roteiro definido por ele, e em sua companhia. Roger acompanhará a todos, em todos os passeios.

Os interessados devem enviar e-mail para rogerbottini.uc@gmail.com solicitando o roteiro completo (arquivo PDF com informações sobre datas, locais de visitação, hotéis, cruzeiro pelo Nilo, translado aéreo para Karnak, agendas, passeios, valores, etc) e formulário a ser preenchido para que a Linktour entre em contato para maiores informações e efetivação do pacote, caso atenda as suas expectativas.

Roger Bottini Paranhos espera você para 11 dias de muita cultura e poderosas vibrações espirituais, revivendo em nossas memórias a rica cultura dos egípcios da era de ouro, descendentes diretos dos atlantes.

Nesse passeio está incluído, também, viagem a Tell-el-Amarna, local onde Akhenaton fundou a sua cidade celestial, que foi palco de uma das mais importantes revoluções conscienciais do mundo antigo, conforme narrado no livro "Akhenaton - A revolução espiritual do antigo Egito".

Aguardamos seu contato!

Médium “espírita universalista”? Tá bom, me parece mais um dos médiun$ que viram na credulidade do povo, em geral e de alguns espíritas que, infelizmente, não leram a codificação e cairam nas armadilhas do misticismo, uma forma de obterem fama e principalmente dinheiro. Quer escrever livros? Ótimo, mas escreva dizendo que é ficção, tipo “Harry Potter” ou “Senhor dos Anéis”, mas não tente enganar o povo ávido por ilusões místicas falando sobre dragões, magos negros ou atlantes e lemurianos como se existissem ou tivessem existido, entre outros.

Outra médium, se é que é médium, famosa pelas sandices que diz na televisão é a Márcia Fernandes, que também passa uma imagem totalmente errada acerca do que é o espiritismo, principalmente para aqueles que não conhecem a doutrina.  Ela afirma ser vidente e espírita, só que é uma espírita que recomenda arruda,  analisa as pessoas que a procuram por carta tão somente pela data de nascimento dizendo qual a planta (???) ou a profissão a seguir, apenas pela data de nascimento da pessoa. Além disso, a médium “parabéns pra voce”  também é capaz de “ver” e dizer qual a sua missão na Terra. Resumindo, a vidente é capaz de responder qualquer pergunta de qualquer telespectador que escrever para ela na RedeTV. Quer ver? Vou copiar do site da emissora, só omitindo o nome da telespectadora:


Márcia Fernandes responde as perguntas dos internautas.

Se você está interessado tirar suas dúvidas com a sensitiva, participe do chat, não esquecendo de mandar junto da pergunta o nome de batismo, data de nascimento e signo. Caso sua pergunta seja sobre imóveis, mande também o endereço.

Exemplo: Daniela da Silva, nascida em 12/10/1980. Vou conseguir engravidar este ano?

*Devido ao grande número de perguntas enviadas, nem todas serão respondidas. *Agenda sujeita a alteração.

**ATENÇÃO: INFORMAMOS AOS INTERNAUTAS, QUE AO TÉRMINO DO CHAT, O BATE-PAPO COM AS PERGUNTAS E RESPOSTAS FICAM FIXAS EM NOSSO SITE.
chat_moderator: Olá internautas, aqui é a Patrícia moderadora do chat, a sensitiva Márcia Fernades já está por aqui, envie suas perguntas. Ótimo chat a todos!

chat_moderator: Lembrando que após o chat, as perguntas e respostas ficam fixas em nosso site. Obrigado pela atenção!


xxxx: Bom dia, Márcia! Admiro muito o seu trabalho, gostaria de saber sobre minha vida financeira o que 2011 me reserva, será que vai melhorar? xxxx 14/07/1980, câncer. Beijos.
Márcia Fernandes: O ano de 2011 te reserva muito dinheiro e mudanças a partir de abril. Ancorar sua santinha protetora Nossa Senhora Aparecida..

yyyy: Marcia, bom dia!! Te adoro e lhe acompanho sempre! Estou preocupada com certas amizades do filho bbbb (25/10/1992) ele anda um pouco rebelde. Eu fui desligada da empresa em 22/12/2010, vou conseguir trabalho em breve, estou enviando vários currículos. yyyy (07/09/1972). Obrigada.
Márcia Fernandes: Realmente você tem que se preocupar porque ele tem mediunidade. Portanto, vive carregado. Fazer o ritual azul..

zzzz: Olá Márcia, me chamo zzzz, nascimento 01/04/1988 estou muito aflita será que vou passar no curso de farmácia fiz o vestibular e o resultado sair dia 31 deste mês, meu signo é de áries.
Márcia Fernandes: Você me desculpe mas vejo dificuldade. Orar o salmo 119. Fazer o livramento. 
chat_moderator: Lembrando que após o chat, as perguntas e respostas ficam fixas em nosso site. Obrigado pela atenção!

aaaa: Boa tarde, meu nome é aaaa, sou de 06/09/85, não consigo acordar cedo, estou desanimada, minha casa está uma bagunça, a parede do meu quarto de vermelho, ela está branca.Márcia Fernandes: Que bom que está branca. Você não pode ficar perto nem de vermelho nem de marrom. Você precisa cursar o Reiki para poder controlar sua mediunidade..

cccc: cccc 28/10/92 e dddd 24/06/82 quero saber ser nosso relacionamento tem futuro após uma traição?
Márcia Fernandes: Graças a Deus há futuro sim. Fazer a hora da misericórdia.

1)      Ancorar sua santinha protetora Nossa Senhora Aparecida?
·         Ancorar por que? Estava boiando? E Nossa Sra. Aparecida é crença dos católicos.
2)      Fazer ritual azul por que vive carregada?
·         Ritual azul? É cromoterapia ou é Umbanda (vive carregada)? Mas, espiritismo não é.
3)      Fazer o livramento?
·         Isso (livramento) é termo neopentecostal e não espírita.
4)      Cursar o reiki pra controlar mediunidade?
·         Reiki e mediunidade são de doutrinas diferentes e não me consta que a mediunidade se controle com reiki.
5)      Fazer a hora da misericórdia?
·         Hora da misericórdia? Misericordia digo eu, depois de ler essa salada de credos.

Com todo respeito que merecem as religiões, nada do que a “vidente” recomenda é do espiritismo,

Além do mais que espírita vidente é essa que precisa do nome e data de nascimento com o signo ainda por cima? Afinal ela vê ou não vê?

Marcia Fernandes também se meteu em polemicas memoráveis, como a vez em que orientou os telespectadores para terem “cuidado” com o gato preto e se tivessem o animal que se desfizessem dele.

Bastou isso para que ativistas da dos direitos dos animais fizeram uma manifestação com faixa, cartazes e apitaço na manhã de sábado, 31 de março de 2007, em Campinas, diante do Hotel Nacional Inn quando naquele local se iniciava uma palestra da "sensitiva" Márcia Fernandes. 

O motivo da manifestação foi protestar contra a atitude preconceituosa da "sensitiva" Márcia Fernandes que no programa "Pra Valer" de 28/2/2007 da Televisão Bandeirantes orientou os telespectadores para terem "cuidado" com o gato preto, e se tiverem o animal, se desfazerem dele. O programa era apresentado por Claudete Troiano.

 Com o comentário preconceituoso da teórica mística é possível que seus seguidores não só abandonassem gatos pretos, como os atacassem. Além da incitação à violência, a "sensitiva" Márcia Fernandes poderia provocar maiores problemas na saúde pública, à medida que seu "conselho" infeliz pode aumentar o número de gatos abandonados. Os ativistas exigiram uma retração no programa "Pra Valer" da Tv Bandeirantes. 
Incentivar a violência aos animais é crime ambiental (Lei de Crimes Ambientais). 

Os gatos pretos são vítimas, históricas de preconceito desde a idade média, tempo da bruxaria, das fogueiras, de queimar gente por qualquer motivo. 

Os ativistas prometem fazer manifestações semelhantes à esta em todos os lugares em que a "sensitiva" der palestras

A tal vidente age de maneira irresponsável, pois parece gostar de aparecer, visto que certa vez, teve a capacidade de ficar dizendo como estava o espírito de Eliza Samudio na época em que ela foi morta. Só não foi capaz de ajudar a policia a desvendar o crime. Puro sensacionalismo.

E a emissora Rede TV se especializou nisso, pois agora um programa vespertino chamado A TARDE É SUA, as vezes convida a vidente Marcia Fernandes para dizer como estão os espíritos de jovens assassinados tais como Bianca Consoli. Novamente puro sensacionalismo e as pessoas, como vimos, acreditam.

E como prova de que acreditam nos charlatões temos que pouco antes de Cibele Dorsa se atirar da janela de seu apartamento, ela foi entrevistada, no programa Manhã Maior, no quadro de espiritualidade com Márcia Fernandes que disse que: podia ver nos bastidores e ao seu lado, o seu noivo o Gilberto Escarpa com uma roupinha azul bebê tipo a de hospital, se recuperando, e então ela pode perceber que através das inúmeras orações dos seus fãs ele poderia sair do Vale dos Suicidas.. Assim "scapoft"! como se num passe de mágicas ele pudesse pular as etapas da vida e se sair muito bem rapidamente, caso tal Vale dos Suicidas existisse! Márcia Fernandes abriu a boca para falar um absurdo desses, mas lembro-me bem da emoção e da expressão de esperança que se salientou no rosto da conturbada e problemática Cibele, que aliás tinha como crença o espiritismo!

E ela cobra pelas consultas saladisticas que dá. E ela é católica, não que não possa haver médiuns católicos, há, até por que a mediunidade não é exclusividade dos espíritas e não existe desde hoje, mas que ela como católica não faça essa salada mística inclusive com o nome de Kardec, o qual cita tantas vezes para dar peso às baboseiras que ela diz.

A melhor garantia contra as fraudes é a moralidade, o estudo e o desinteresse de qualquer coisa material por parte do médium. Quanto lhes custariam, caso tivessem o dom da mediunidade? Nada? Pois bem, cabe então aquele mandamento "dai de graça, o que de graça recebeste".




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário